segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

A história de um casal em 13 etapas



1. O olhar


Tudo começa num olhar quando duas almas se encontram, quando dois indivíduos predestinados a ficar juntos se conhecem.

2. A amizade

Eles acabam se tornando amigos, o companheirismo é evidente e inabalável. A ligação entre ambos é simplesmente irracional, transcendental.

3. O flerte

A atração entre eles já não fica mais escondida e o flerte não ocorre apenas pelo desejo físico e também pelo sentimento contido.

4. A declaração

Não agüentando mais a luta interna com essas sensações, uma alma decide que já é tempo de dar o salto, e se declara à outra, a alegria é incomparável ao notar que esse sentimento é recíproco.

5. O primeiro encontro

Precisando agir em prol do futuro e de tudo que poderão viver juntos ocorre o primeiro encontro: simples, sentimental e inesquecível.

6. O relacionamento

Essas duas almas entes tão perdidas agora se encontram e pela primeira vez vivem a tão famosa verdadeira felicidade.

7. O pedido

Percebendo que já não faz sentido ficarem sozinhos agora, uma alma pede a outra o comprometimento eterno. Ela aceita.

8. O casamento

É chegado o momento, em de frente à família, aos amigos gritar a alegria e o amor presente entre os dois. A benção das pessoas amadas, do Estado e de Deus é tudo o que eles precisam no início dessa vida juntos.

9. A convivência

Passada a euforia inicial, o que resta no dia-a-dia é o companheirismo. Os defeitos aparecem, as brigas ocorrem, mas se há verdadeiramente amor tudo superam.

10. Os filhos

Com o passar do tempo uma lacuna aparece e logo tratam de preenchê-la. A chegada de um novo integrante a família dá um novo ânimo e se apresenta com ares de desafio.

11. A vida familiar

Tudo é novo novamente, para os pais e para a criança. Os problemas e obstáculos se multiplicam, mas são proporcionais, até mesmo maiores.

12. O ‘Felizes para sempre’

Os anos passam e a eletricidade daquele momento inicial se converte em paixão, esta juntamente com aquele companheirismo, com o respeito e principalmente com o amor sustenta a relação.

13. O fim

O final inevitavelmente chega, pois tudo nessa vida é efêmero. Às vezes um desses pilares se quebra, ou enfraquece enfraquecendo assim todo o alicerce da relação. A solução aqui é tomar caminhos diferentes.

Mas a separação pode ser mais dolorosa e penosa, quando o motivo não é a falta de amor, companheirismo, respeito ou paixão, e sim a fatalidade, ela mesma, a temida e inevitável morte.



~Penny

2 comentários:

dely lucy kiss disse...

Adorei. Simplesmente muito claro, objetivo, criativo e realista.
É uma pena que poucas pessoas enxergam um relacionamento com tanta cautela e em pequenos detalhes como mostrado, por isso ficou divino. Parabéns

Ma.ah* disse...

Eu disse que você deveria postar. Ficou incriivel!! *-*
Você deveria escrever mais coisas assim. Apesar de muitas vezes nao ser assim, assim deveria ser como tudo deveria acontecer (?) Adoreei!